Jogando tudo para o alto

Antes de iniciar, me desculpe pelo post pessoal. Mas isso periodicamente martela na minha cabeça durante horas. E não foi diferente esse fim de semana.

O tempo é nosso maior inimigo. Odiamos o tempo, ou melhor, a falta dele. Não conseguimos organizar nosso dia do jeito que queríamos, e, a tecnologia, que deveria nos ajudar, só atrapalha. Malditos push notifications. Queremos ficar o tempo inteiro conectado, mas, um amigo chamando no Facebook, o GTalk gritando pelo push do celular, isso tudo só atrapalha nossa vida. A facilidade de acessar o Twitter a qualquer momento também não é algo muito facilitador. Só enquanto escrevo isso, às 8h10 da manhã de segunda, meu celular já vibrou umas 12 vezes. Twitter, GTalk e Facebook.

Somando-se a esses problemas do século XXI, fazemos cada dia mais coisas. No meu caso, Aula, estágio, estudos e ainda tem que sobrar tempo para os amigos e a namorada. E cadê o tempo para se focar no que você quer fazer?

Muitas vezes meu impulso é de trancar o semestre. Só um semestre. E colocar minha vida de volta aos eixos. Alguns meses para fazer tudo o que queremos fazer, desenvolver o que queremos e então voltar aos estudos. Seria muita loucura fazer isso a essa altura do campeonato? Será que eu voltaria mesmo para a faculdade? Qual seria a reação dos meus pais, parentes e amigos? O que meu chefe diria? Acho que todos me achariam louco, idiota por largar a segurança da faculdade só para “perseguir um sonho”.

Estudei muito para estar aqui, e não quero perder a oportunidade de estudar no melhor curso de Computação do Brasil. Meu maior medo é não voltar mais. Trancar o semestre, colocar o produto no ar, dar certo e não querer mais voltar.

Eu não sei o que será daqui para a frente. Durmo cada dia menos, cada hora de sono pior aproveitada. Minhas notas não estão boas e a cobrança só aumenta. Quero férias, mas não para descansar. Muito pelo contrário, quero para trabalhar mais.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , ,

5 pensamentos sobre “Jogando tudo para o alto

  1. Bruno Armanelli disse:

    É uma decisão muito difícil pra você, a diversão (redes sociais) sempre atrapalham muito, eu sei disso pois não consigo mais estudar bem sabendo que poderia estar conversando com alguém que nem conheçou ou falando besteiras num micro-blog. Escolha o que você acha melhor pra você e mais confiável, mas sempre peça ajuda de alguém confiável antes de fazer uma grande descisão. Boa sorte 😛

  2. Tide Augusto Ferrão disse:

    Velho e bom amigo.
    Tomei conhecimento do seu blog agora, pelo seu twitter, e como deveras tenho o mesmo espírito empreendedor (ainda que até o presente momento não tenha canalizado esse espírito para nenhuma área), tenho o mesmo ideário que você. Cheguei ao ponto de ler livros sobre finanças e administração de negócios antes mesmo de entrar na faculdade.
    A determinada altura deste ano de 2011 tive a mesma aflição que agora se instala em seus pensamentos. E também cheguei a conclusão de que sair da zona de conforto é algo extremamente complicado. Certa feita tomei como base a frase do homem mais rico do País, que embora sustente opiniões controversas de várias pessoas em relação a sua fortuna, de 30 Bi, nunca foi oficialmente culpado por nenhuma operação.
    Enfim, acredito que um homem que consegue captar 24 Bi no mercado de capitais é sem dúvida nenhuma uma boa referência quando o assunto é empreender. E uma de suas célebres frases é : “Sair da zona de conforto é essencial para quem quer vencer. A maioria se acomoda”. Ele ainda afirma, e isso me parece algo compreensível mediante a história econômica brasileira, que o tupiniquim não tem a cultura do risco.
    Pensei, pensei e pensei mais ainda sobre o que queria para minha vida, mas até agora a zona de conforto tem falado mais alto. Estou como você, velho e bom amigo, tentando romper a barreira do conforto para despender maior tempo àquilo que realmente me motiva. Mas admito, é difícil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: